A exposição a ser apresentada no VI CIELLA é a parte prática suplementar da pesquisa de doutoramento de Andre Araujo no Cefet-MG no Programa de Pós Graduação em Estudos de Linguagens.

Artista plástico, Andre trabalha com o diálogo entre palavra e imagem. Mais especificamente, em sua tese, a construção da imagem do corpo no livro Fluxo-floema de Hilda Hilst e nas pinturas de Iberê Camargo.

O trabalho de Andre Araujo transita por diversas linguagens: pintura, desenho, escultura, assemblage, instalação, fotografia, vídeo e performance, onde as fronteiras permeáveis entre as mídias permitem a contaminação umas das outras, apresentando assim, um trabalho de multiplicidades rizomáticas.

Com exposições em Portugal, Alemanha e Estados Unidos, atualmente o artista vive e trabalha em Belo Horizonte, Minas Gerais.

A proposta para esta exposição no VI CIELLA, é apresentar obras em diversos suportes : pinturas, vídeos e fotos

Além disso será executada uma performance artístico musical no dia da abertura. O artista pretende pintar um painel ao vivo de 2 metros dialogando com o tema do evento "Fronteiras e diversidades amazônicas" .

Pinturas
Vídeo NADANADA
Performance Morte Matada
Fotografias