Nome: JOAQUIM ALFRED GUIMARÃES GARCIA

Nome da obra: ANDAR, ANDAR: MEMÓRIAS DO NUNCA MAIS

Editora/Cidade: POPULIVROS/ANANINDEUA

Ano: 2018 ISBN: 9788567225043

Resumo da obra: Miguel de Santana é um homem aturdido diante das encruzilhadas da vida. Sessentão, viúvo, ele volta à terra natal para o velório e enterro de um grande amigo de infância, Agileu. Desde a entrada da cidade ele se vê enredado nas memórias da infância, adolescência e idade adulta, enquanto caminha pelas ruas em que andou quando menino.


Nome: MARIA DE NAZARÉ BARRETO TRINDADE

Nome da obra: PALAVRAS ENTRE RIOS E RUAS; ENSAIOS SOBRE LITERATURA NA AMAZÔNIA

Editora/Cidade: Belém

Ano: 2016 ISBN: 978-85-99870-60-0

Resumo da obra: O livro de ensaios Palavras entre rios e ruas: ensaios sobre literatura na Amazônia é um mergulho acadêmico e pessoal na obra de quatro autores que se constituem enquanto referências da literatura produzida nas Amazônias. São eles; Eneida de Moraes, paraense libriana como eu nascida em 23 de outubro de 1903, portanto vivenciou a Belém das transformações da Belle époque para uma situação de abandono e penúria. O seu livro chamado de memorialista Aruanda e Banho de cheiro é composto de crônicas. Eneida traz para seu texto os seres humanos o cotidiano e as transformações de uma cidade .Cito: [...] eram os donos do mundo – aquele mundo – mas os seringueiros, esses viviam prisioneiros dos armazéns, aumentando a riqueza dos donos dos seringais, enchafurdando-se em dívidas e misérias. A Amazônia servia de alegria e de dor a milhares e milhares de pessoas querendo uma vida melhor. Uns enriqueciam; outros morriam como tinham chegado: miseráveis, famintos. Vinham todos cheios de esperanças e de sonhos; acabavam desesperados e desiludidos. Herculano Marcos Inglês de Sousa nasceu em 1857 em Óbidos,advogado e romancista que traduz em sua obra a Amazônia oitocentista ,a Amazônia do tapuio, da intensa miscigenação das relações precárias de trabalho, da luta diária por território e por autoafirmação num mundo de águas .Outro autor também de Óbidos com quem dialogo é José Veríssimo, este autor enveredou pela critica literária escreveu um livro de contos intitulado Cenas da vida Amazônica e finalmente Milton Hatoum, o único contemporâneo, manaura nascido em 1955.

 


Nome: HELIO RODRIGUES DA ROCHA

Nome da obra: CORONEL LABRE

Editora/Cidade: SCIENZA, SÃO CARLOS/SP

Ano: 2016 ISBN: 9788559530018

Resumo da obra: O livro é o resultado de uma pesquisa sobre a vida e o tempo de Antônio Rodrigues Pereira Labre, advogado, explorador, político e escritor maranhense, que fundou a cidade de Lábrea-AM, no ano de 1871. Além dos dados biográficos e de análises sobre alguns dos escritos desse intelectual da Amazônia brasileira nos idos de 1860 a 1899, quando de sua morte em Caxias, no Maranhão, há três opúsculos escritos por Labre e publicados em Manaus e Belém, sobre o Rio Purus, A Seringueira e Itinerário de Exploração do Purus ao Beni, bem como as duas conferências feitas na Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro.

 

 

 

 


Nome: SIMONE CRISTINA MENDONÇA

Nome da obra: Letras e Livros em Belém (1822-1850)

Editora/Cidade: Scortecci/São Paulo

Ano: 2016 ISBN: 978-85-366-4880-4

Resumo da obra: A tipografia foi instalada no Pará no ano de 1822, por iniciativa de Felipe Alberto Patroni, que fundou o periódico O Paraense. Tipografia e imprensa periódica caminharam juntas em Belém, deixando pouco espaço para a publicação de livros nas primeiras décadas do Oitocentos. Contudo, os livros figuravam nos anúncios de comerciantes e a literatura, além de marcar presença nos títulos dos livros anunciados, deixou-se estampar nas páginas dos jornais, em poemas, pequenos contos e até romances seriados (folhetins). Este trabalho, fruto de pesquisa feita no Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (recursos: CNPq/FAPESPA), vem apresentar um curioso e agradável cenário literário e cultural da cidade de Belém antes de 1850.

 

 

 


Nome: CECILIA MARIA TAVARES DIAS

Nome da obra: Variação lexical na sala de aula: uma proposta sociolinguística

Editora/Cidade: Appris/Curitiba

Ano: 2018 ISBN: 978-85-473-1507-8

Resumo da obra: O livro Variação lexical na sala de aula: uma proposta sociolinguística apresenta um estudo sobre variação linguística empregada numa localidade amazônica - Tucuruí - sudeste paraense, utilizando o processo da pesquisa-ação embasado nos postulados teóricos da Sociolinguística. Dessa forma, esta obra ressalta a importância da variação linguística e suas contribuições para a formação da identidade cultural de um povo, bem como é relevante para a renovação dos procedimentos nas aulas de língua portuguesa, voltados para o ensino do léxico, no sentido de valorizar a fala dos alunos e para a ampliação do vocabulário.

 

 

 

 


Nome: JOSÉ FRANCISCO DA SILVA QUEIROZ

Nome da obra: Por uma História da Recepção da Obra de Max Martins

Editora/Cidade: Pontes/Campinas

Ano: 2017 ISBN: 978-85-7113-906-0

Resumo da obra: Neste livro discorremos sobre os elementos que compuseram cada livro de Max Martins no momento de sua publicação original, além de registrarmos a fortuna crítica produzida ao longo do tempo. Para um leitor acadêmico as informações disponíveis facilitaram o trabalho de investigação crítica e a compreensão do processo de leitura pelo qual a poesia de Max Martins passou. Para o leitor de fora da academia a pesquisa se mostra igualmente interessante fornecendo as linhas interpretativas básicas para facilitar o contato inicial com a poética maxmartiniana. A contribuição desse livro também se estende ao campo da historiografia literária. Nele é possível acompanhar um pouco da trajetória poética brasileira a partir de uma perspectiva amazônica. O trânsito de propostas estéticas no Brasil pode ser acompanhado por meio da obra de Max Martins que dialogou com grandes autores nacionais e de outros países.

 

 

 


Nome: OZIVAN PERDIGÃO SANTOS

Nome da obra: Interpretação de Libras: retextualizando sinalizações de um professor surdo

Editora/Cidade: Editora Appris/Curitiba - PR

Ano: 2017 ISBN: 9788547305031

Resumo da obra: A obra "Interpretação de Libras: retextualizando sinalizações de um professor surdo" lança um outro olhar a respeito da tradução e interpretação de Língua Brasileira de Sinais (Libras), buscando apresentar novos aspectos acerca desse processo, tendo como foco a retextualização. O autor apresenta , por meio de um vídeo, uma narrativa sinalizada contando partes da história de vida de um professor surdo. A filmagem foi entregue a seis intérpretes de Libras para serem trasladadas para a língua portuguesa oral . Eis então que esta obra objetiva mostrar a interpretação de uma língua visual gestual para uma língua oral- auditiva de uma maneira bem clara e direta, além de demonstrar como se dão as mudanças linguísticas, textuais e discursivas durante o processo interpretativos. Desse modo, o autor também aponta as diferenças entre a tradução e a interpretação, tendo como ponto de partida a área científica dos Estudos de Tradução, que aborda diversas vertentes e cosmovisões tradutórias por meio das linguagens, buscando também despertar percussos e vivências em meio à Libras.

 


Nome: TALITA RODRIGUES DE SÁ, MARIA DO PERPÉTUO SOCORRO CARDOSO DA SILVA

Nome da obra: Pelos caminhos da cartografia linguística paraense: estudo semântico-lexical do Distrito Mosqueiro numa perspectiva socioeducacional

Editora/Cidade: Paco Editorial

Ano: 2018 ISBN: Será informado pela editora dentro de 15 dias

Resumo da obra: A pesquisa apresenta análise semântico-lexical de natureza diatópica e diastrática, da fala dos moradores do Distrito Administrativo Mosqueiro- DAMOS. A mesma foi realizada em cinco bairros de mosqueiro: Maracajá, Aeroporto, Murubira, Carananduba, Baía do Sol; e nas comunidades: fazendinha, Caruaru, Itapiapanema, Mari-Mari e Santa Cruz. O tipo de estudo pauta-se na Geolinguística, método cartográfico utilizado em estudos de caráter dialetológico. Insere-se, portanto, no domínio de três áreas da ciência da linguagem - a Linguística, a Dialetologia e a Sociolinguistica. A interpretação do corpus da pesquisa permite construir cartas lexicais que registram o léxico e a cultura do DAMOS. Registrar essa ocorrência semântico-lexical significa mostrar mais uma forma de falar que representa aspectos da cultura local e deve ser reconhecida durante o ensino de Língua portuguesa nas escolas.

 


Nome: ALEISTER CROWLEY

Nome da obra: Os Livros Sagrados de Thelema - Nova Tradução

Tradutor: Vitor Cei

Editora/Cidade: Madras / São Paulo

Ano: 2018 ISBN: 978-85-370-1156-0

Resumo da obra: "Os Livros Sagrados de Thelema" é uma compilação dos mais importantes livros escritos por Aleister Crowley entre 1907 e 1911, que resultaram na fundação de uma nova religião, ou filosofia, em nova esfera, distante do eixo principal em torno do qual revolve-se a vida espiritual judaico-cristã. Nesse sentido, Thelema pode ser caracterizada como uma religião secular, mas também como uma ética filosófica. Cada livro assume uma perspectiva distinta do sistema thelêmico, funcionando como um conjunto polifônico capaz de alcançar unidade. Assim, constitui o patrimônio espiritual thelemita, mas que não se reduz a um conteúdo formalizado numa determinada Escritura a qual os adeptos precisam acreditar e observar cegamente, pois Thelema funda-se nos princípios da liberdade e dos direitos individuais, extensivos à humanidade como um todo. Afastando-se do dogma, aproxima-se do conceito grego clássico de Paidéia e do moderno conceito alemão de Bildung, pois enfatiza o cultivo e o desenvolvimento da vida interior enquanto um processo infinito de autoaperfeiçoamento que se fundamenta no pensamento autônomo.

 


Nome: Andre Araujo de Menezes

Nome da obra: Olho de Cão

Editora/Cidade: Edição do Autor / Belo Horizonte

Ano: 2016 ISBN: 978-85-921151-0-4

Resumo da obra: Olho de Cão é um livro de artista, produzido como parte prática da pesquisa de doutoramento, que faz uma tradução intermidiática do livro Contos d'escárnio, textos grotescos de Hilda Hilst, para a linguagem visual.

 

 

 


Nome: Sandra Maria Job; Benedito J. L. de Souza (ORG)

Nome da obra: ELES NÃO QUEREM UM VENDEDOR TRISTE

Editora/Cidade: AUTOGRAFIA/ RIO DE JANEIRO

Ano: 2018 ISBN: 978-85-518-1280-8

Resumo da obra: ELES NÃO QUEREM UM VENDEDOR TRISTE traz breves narrativas orais de personagens reais. Nessas, eles narram suas lutas diárias em prol da sobrevivência, de dignidade, do pão de cada dia dentro do contexto social marajoara, mais especificamente no Marajó das forestas. Em um tom coloquial, a realidade desses personagens, sujeitos do próprio discurso, põe em evidência brasileiros pouco conhecidos e ouvidos e desmascara alguns dos problemas sociais imputados aos menos favorecidos economicamente no Brasil.

 

 

 

 

 

 

Nome: Edmilson José de Sá, Marilucia Barros de Oliveira, Romário Duarte Sanches

Nome da obra: Diversidade Linguística em comunidades tradicionais

Editora/Cidade: Pontes/São Paulo

Ano: 2018 ISBN: 978852170007-4

Resumo da obra: O final do século XIX e o início do século XX foram marcados pelo grande interesse dos estudiosos pelas línguas africanas e sua influência sobre a língua portuguesa falada no Brasil. Nina Rodrigues, João Ribeiro, Renato Mendonça, para citar apenas alguns, devem estar exultantes, no outro Plano, com essa nova onda de estudos que se irradia das Regiões Norte e Nordeste para as demais regiões do Brasil. O livro reúne estudos que focalizam, descrevem, analisam e discutem os mais diversos fenômenos observados na língua em uso, sobretudo em comunidades quilombolas de Pernambuco, do Pará, do Amapá, da Paraíba e de Minas Gerais. Estes são alguns dos frutos procedentes de estudos pioneiros sobre as influências das línguas africanas e indígenas sobre o português falado no Brasil, a maioria dos quais alicerçados no método geolinguístico.